domingo, 2 de outubro de 2011

MARIA RITA - Os Amores Do Rei

Esta matéria contém:
  • MARIA RITA - Os Amores Do Rei
  • Roberto Carlos em Brasília.
  • As emoções de Ana Luiza no camarim de Roberto Carlos.
  • Depois de show em Jerusalém, Roberto Carlos recebe propostas de mais países.
Foto: Luiz Garrido
Olá Súditos!

Hoje, cá estamos, para dar continuidade ao Blog Roberto Carlos Braga. Como todos sabem, estamos, durante o ano de 2011, promovendo o Projeto 70 Anos De Emoções, que tem relembrado toda a vida pessoal de Roberto Carlos, com o respeito à privacidade de nosso cantor.

Já falamos de muita coisa relacionada a ele, e, dentro deste projeto, criamos uma minissérie: "Os Amores Do Rei". Por meio desta nossa minissérie, estamos relembrando as namoradas mais famosas de Roberto Carlos, que são 4: Magda Fonseca (1962-1965), Nice (1968-1979) Myrian Rios (1979-1989) e Maria Rita (1991-1999).

Como nossos bons internautas têm observado, estamos intercalando as matérias com análises de discos, assinadas por Pedro Mülbersted, um dos 4 membros da equipe deste blog. Por exemplo. Antes de Nice, Pedro relembrou o disco de 1977. Antes de Myrian Rios, Pedro falou sobre o disco de 1989. E como não poderia deixar de ser, Amor Sem Limites foi o disco relembrado antes da matéria sobre Maria Rita. Foto: Arquivo Blog RCB.

Hoje, a pauta de nossa matéria será a mulher que conquistou pra sempre o coração do Rei. Tudo sobre o período que o próprio Roberto Carlos considera como o mais feliz de sua vida. O amor com Maria Rita, as histórias, as alegrias e tristezas, e a presença de Maria Rita na obra de Roberto. Como já foi dito aqui, e gostaríamos de frisar, não vamos entrar em questões muito pessoais, em respeito à privacidade de nosso cantor.

Pois bem, comecemos a matéria. Boa leitura!

• A primeira vez em que eu te vi, eu nunca me esqueci daquele dia...
Maria Rita Simões Braga nasceu em 11 de abril de 1961. Sua família sempre foi fã de Roberto Carlos, e Maria Rita sonhava em conhecê-lo. Adolescente, começou a estudar no Colégio Dante Alighieri, onde conheceu Ana Paula, filha de Roberto.

Em 1977, como já comentamos nesta série, Roberto Carlos conheceu Myrian Rios, que viria a ser sua mulher. Mas ele não sabia que, ainda naquele ano, ele conheceria seu grande amor. Além disso, o casamento com Nice estava em crise... Sem dúvida, um período bastante movimentado para nosso Rei.

Certa vez, em uma noite de dezembro de 1977, Roberto Carlos tinha um show marcado para a cidade de Campos do Jordão, no interior de São Paulo. E foi cantar lá, como em um outro show qualquer. Contudo, ao final daquela apresentação, a filha dele, Ana Paula, decidiu levar a colega de escola Maria Rita para conhecer o pai famoso. Roberto Carlos, logo de cara, se encantou com a beleza da moça. Um sentimento profundo tomou conta dos dois naquele dia. Atualmente, Roberto considera que, naquele momento, surgiu o grande amor que uniu o Rei do Brasil a Maria Rita. Foto: Acervo de revistas James Lima.

Para falar sobre este momento tão importante, Roberto compôs O Grande Amor Da Minha Vida, uma canção lançada no disco Amor Sem Limite, em 2000, que narra, justamente, o dia em que os dois se conheceram. Na música, Roberto diz: "Te beijei na boca e percebi que era o seu primeiro beijo. Respeitei você, sua inocência, ignorei o meu desejo." Da frase, conclui-se que o primeiro beijo de Maria Rita foi com seu grande amor, Roberto Carlos, e que ele mesmo ficou surpreso com a inocência dela.

No dia seguinte, ainda encantado com a estudante, Roberto mandou-lhe flores. Maria Rita queria retribuir o carinho. Contudo, os pais dela não permitiram. Primeiro, porque Roberto Carlos ainda era um homem, oficialmente, casado (com Nice Rossi). E depois, porque ele era, simplesmente, 20 anos mais velho que ela (Roberto nasceu em 1941. Maria Rita em 1961). Restou a Maria Rita seguir a vida de estudante, e acompanhar, de longe, a carreira do ídolo. Foto: Acervo de revistas James Lima.

Na virada nos 80, Roberto Carlos separou-se de Nice (relembre!), assumiu seu romance com a atriz Myrian Rios (relembre!), e foi morar na Urca, no Rio de Janeiro, onde mora até hoje. Depois de uma década, o relacionamento de Roberto e Myrian começou a entrar em crise, fazendo com que o casal se separasse, como já foi comentado anteriormente aqui. Maria Rita, por outro lado, continuava estudando. Durante os anos 80, ela se formou em pedagogia, e acompanhava, de longe, o namoro de Roberto e Myrian. Alguns amigos comentavam que Maria Rita parecia-se, fisicamente, com a atriz que namorava o maior cantor do Brasil. Maria Rita, que não teve qualquer relacionamento, com homem algum, neste período, apenas sorria. Alguns dizem, até, que ela se guardou para Roberto Carlos.

Em 1989, foi confirmada a separação de Roberto e Myrian. E Maria Rita sentiu que era hora de se aproximar. Desta vez, para sempre.

• Te encontro no meu caminho como quem acha uma flor ♫
O trecho de canção que dá nome a esta parte da matéria não poderia ser mais apropriado. Retirado da canção Diga-me coisas bonitas, lançada por Roberto Carlos em 1992, a frase diz exatamente o que se passava na vida do maior ídolo do Brasil naquela virada dos 90. Foto: Acervo de revistas James Lima.

Em 1989, com a separação de Myrian, Roberto ficou muito mal. Sofreu muito, e esse sofrimento se refletiu em seu trabalho (vide o melancólico disco de 1989), na sua aparência (aqui surgem várias rugas e vários cabelos brancos, que ele trataria de corrigir alguns anos depois!), e no seu comportamento (ainda mais reservado que nos anos 80). E foi nesta situação que Roberto Carlos reencontrou Maria Rita. Como diz a canção Diga-me coisas bonitas...
Venho cansado da estrada
Trago no peito sofrido
Um coração machucado
E tantos sonhos perdidos

Te encontro no meu caminho
Como quem acha uma flor
Te dou sorrisos escassos
Te falo de abraços
Preciso de amor!
Com certeza, amor era o que Roberto Carlos precisava para sair daquela situação. E foi justamente isso que ele encontrou em Maria Rita, ainda em 1990, quando eles começaram o romance. A mídia especulava sobre quem poderia ser a nova namorada de Roberto Carlos. E o cantor, ao contrário do que faz atualmente, não negava que estivesse namorando: "Daqui a algum tempo eu conto pra vocês quem é!" dizia em todas as entrevistas.

Hoje em dia, revendo alguns shows televisionados de Roberto, em 1990-1991, é possível ver Maria Rita na plateia. Roberto ainda não havia assumido o romance nesse período, e a Rede Globo (que televisionou estes shows) não deu closes no rosto de Maria Rita, simplesmente por ainda não conhecê-la. Mas é possível vê-la! Foto: Arquivo Blog RCB

Somente em janeiro de 1992, quando Maria Rita foi morar com Roberto na Urca, a mídia descobriu quem era a nova namorada do Rei. Mas apenas no fim daquele ano, ele se pronunciou sobre isso. Ele assumiu seu novo romance para todo o Brasil, e dizia: "Maria Rita é uma moça bastante interessante, única, que sabe como me conquistar. A gente já está junto há mais de um ano e não dá para ficar muito tempo longe um do outro."

• O que digo de mais lindo ainda é pouco pra esse amor...♫
Logo foi possível ver que Maria Rita não era apenas "mais um caso" de Roberto Carlos. Ela seria, realmente, seu verdadeiro amor. Amigos do casal afirmaram que era notável a alegria no rosto dos dois. Roberto passou a tentar fazer de tudo para agradar Maria Rita, que agora só usava roupas em tons de azul e branco, e acompanhava o marido INTEGRALMENTE, em todos os momentos, em todos os lugares, em tudo o que ele ia fazer. Shows, viagens, missas, gravações... Sem falar que ela adotou, para si, as superstições de Roberto!

Maria Rita viajava com Roberto, para as cidades nas quais ele ia se apresentar. Era ela quem o esperava no camarim, ao fim dos shows, com uma toalha branca, para que ele enxugasse o suor. E isso também foi traduzido em canção. O Grude (um do outro), também lançada no disco Amor Sem Limite, fala justamente do que existia entre Roberto Carlos e Maria Rita. "Aonde eu vou você vai, nem pergunta onde é. É que a gente não larga um do outro, um minuto sequer!" (Na foto, Roberto e Maria Rita curtem o carnaval carioca, em 1995).

"Vou, na medida do possível. E não me incomoda estar viajando de um lugar para outro, trocando de hotel a cada instante." disse Maria Rita, em uma pequena entrevista à revista Manchete.

• Eu sou do tipo que não gosta de casamento...♫
Com todo esse amor, nada mais natural que Roberto Carlos se casasse com Maria Rita. E em abril de 1996, depois de 5 anos vivendo juntos, eles decidiram oficializar sua união.

No dia marcado, dia 8 de abril, Roberto e Maria Rita acordaram tarde. O Rei ligou para Luiz Garrido, seu fotógrafo favorito, e convidou-o para a cerimônia, que contaria com 20 convidados, contando com o fotógrafo. A Igreja Nossa Senhora do Brasil, ou Igrejinha da Urca, seria o local do casamento. Ali, estavam Dona Laura, mãe de Roberto Carlos, os irmãos do Rei, a família de Maria Rita, entre alguns outros convidados.

Atente-se para o fato de que aquele era o primeiro casamento oficial de Roberto Carlos. Com Nice, ele casou na Bolívia (pois ela era desquitada). Com Myrian Rios, ele apenas viveu junto. Os noivos escolheram juntos o bolo, as roupas...

Maria Rita entrou na igreja vestida de branco, com um rosário nas mãos, ao invés de um buquê. Roberto a aguardava no altar, com um terno azul claro. Durante a cerimônia, Roberto cantou Jesus Cristo e Nossa Senhora. Depois da missa, a festa começou no apartamento do Rei, na Urca, onde houve champagne e jantar.

Para quem imagina que Roberto e Maria Rita viajaram para a Europa para passar a lua de mel, Roberto deixou um recado: "Ficamos aqui mesmo, no nosso apartamento, na Urca, onde vivemos sempre em lua-de-mel." Precisa falar mais alguma coisa?Na foto, publicada pelo Site Oficial de Roberto Carlos, uma parte da família do noivo: Cássia (sobrinha - filha de Norma), Norma (irmã de RC), Lady Laura (mãe), o noivo RC, a noiva Maria Rita e o Carlos Alberto (irmão de RC). Estavam presentes, ainda, Dudu Braga, Luciana Braga, Rafael, Ana Paula, dentre outros.

• Momentos Tão Bonitos...♫
Maria Rita esteve presente em momentos importantes na carreira de Roberto Carlos. Um dos mais importantes: na apresentação do cantor no Aterro do Flamengo, em 1997, quando ele cantou para o Papa João Paulo II (relembre!) Ao final da apresentação, Roberto e Maria Rita foram cumprimentar o sumo pontífice, que presenteou o cantor e a esposa com dois terços.

Além disso, Maria Rita foi a maior musa inspiradora de canções RobertoCarlísticas. Várias canções foram compostas em homenagem a ela. Notadamente, Primeira Dama, a primeira, em homenagem à esposa. Em seguida, Mulher Pequena, que louvava as baixinhas do Brasil. O país inteiro cantou a música, sem saber que era, mais que tudo, uma homenagem à Maria Rita, que media 1,59m.

Na época, inclusive, perguntaram a Maria Rita se a canção tinha sido inspirada nela. A esposa do Rei, com toda a simplicidade que lhe era característica, disse: "Quem me dera ter uma música dedicada a mim!". Mal sabia ela que não teria apenas uma, mas várias. (Foto: Arquivo Blog RCB)

Quando Digo Que Te Amo foi lançada em 1996. Geralmente, é citada como sendo uma "reencarnação" de Como é grande o meu amor por você, pois ambas falam de um amor intenso: exatamente o que Roberto Carlos passava naquele momento. Tanto, que ele regravou Como É Grande O Meu Amor Por Você.

Algumas das canções em homenagem à Maria Rita vieram depois de sua doença, e de seu falecimento, que vamos tratar em seguida.

• Eu não me acostumo sem seus beijos...♫
O amor de Roberto Carlos e Maria Rita era cada vez mais intenso, até que, em setembro de 1998, foi internada na Casa de Saúde Santa Lúcia, no Rio de Janeiro, para submeter-se a uma operação relativamente simples: extração de um mioma no útero. Entretanto, foram detectadas outras complicações, até ser descoberto câncer pélvico, o carcinoma neuroendócrino. Era o início de uma longa e triste caminhada para Roberto Carlos. (Foto: Arquivo Blog RCB. Roberto e Maria Rita em rara cena de beijo).

Este foi o período da vida de Roberto no qual ele esteve mais abatido. Vivia rezando, chorando, e pedindo apoio e orações de todo o Brasil. A cada melhora de Maria Rita, ele ia a missas, e agradecia a Deus publicamente. O disco Roberto Carlos 1998 veio com apenas 4 canções inéditas, pelo fato de Roberto não querer se dedicar integralmente ao disco, e preferir ficar perto de Maria Rita. Curiosamente, foi um dos poucos discos (talvez o único) que Roberto abriu um largo sorriso na capa. Talvez a pedido de Maria Rita, que queria vê-lo feliz, no momento mais triste de suas vidas juntos.
Roberto Carlos 1998

Uma das canções inéditas deste disco é Eu Te Amo Tanto, uma das músicas mais bonitas de Roberto Carlos em toda a sua carreira. Roberto compôs a canção enquanto estava no hospital, com Maria Rita. E ela, sempre que estava consciente, conversava com o marido, dizia que o amava, e rezava com ele. Muitos amigos foram importantes neste período, como Hebe Camargo, Chitãozinho e Xororó, Erasmo Carlos, o Padre Antônio Maria, dentre muitos outros.
Na foto, de João Raposo, Maria Rita e Roberto Carlos rezam com Hebe Camargo, e a secretária do Rei, Carminha, durante missa de ação de graças, em 1999.

No ano de 1999, a situação de Maria Rita continuava difícil. Sempre que recebia alta, e ia à igreja agradecer, era surpreendida, pouco tempo depois, tendo que voltar ao hospital. Em julho de 1999, exames mostravam aquilo que parecia ser a cura do câncer. Todos comemoraram, e Maria Rita chegou a viajar a São Paulo, com Roberto, para, juntos, agradecerem, em uma missa de ação de graças, promovida pela amiga Hebe Camargo. Assim que entraram na igreja, juntos, de mãos dadas, foram recebidos por uma calorosa salva de palmas. Na mesma semana, houve outra missa de ação de graças, no Rio de Janeiro, e eles foram aplaudidos de pé por cerca de 5 mil pessoas. (Foto: Arquivo Blog RCB)

Contudo, em setembro, Maria Rita desmaiou durante uma sessão de gravação de Roberto. O Rei viajou com a esposa para os Estados Unidos, a conselho dos médicos. Em novembro, anunciou à TV Globo que não gravaria seu especial de final de ano naquele ano. E também não pôde lançar seu disco inédito. A Sony lançou uma coletânea com antigos sucessos, e apenas uma música inédita: Todas As Nossas Senhoras.

No fim de novembro, os médicos detectaram que o câncer havia atingido o cérebro, e que a situação era irreversível. O pai de Maria Rita, sr. Simões, chorava pelos cantos, assim como a mãe, dona Gery. Mas Roberto sempre dizia a eles: "não chorem, tenham fé. Deus vai trazer o milagre da cura".

Roberto acompanhou Maria Rita em todos os instantes. Durante os 25 últimos dias de internação, ele não saiu do hospital uma única vez, apesar de esgotado fisicamente. E estava segurando as mãos de Maria Rita, quando o coração dela parou, às 23 horas de domingo, dia 19 de dezembro de 1999.

• Nada vai mudar, a gente vai se amar pra sempre! ♫
Após a morte da amada, Roberto passou a dedicar muitos de seus trabalhos a ela. Desde o show Amor Sem Limite, com uma comovente volta em Recife, depois de 11 meses de luto (relembre!) até músicas inéditas.

Naquele ano de 2000, Roberto foi um artista atípico. O natal de 1999, ele passou na casa do filho, Dudu Braga, e estava triste o tempo inteiro. Só esboçou um sorriso quando a neta Giovanna, filha de Dudu, cantou para o avô famoso a canção "Nossa Senhora".

Em 2000, o Rei lançou um disco em homenagem a Maria Rita. Amor Sem Limite com muitas inéditas e algumas compilações. O disco traz canções apaixonadas, como Amor Sem Limite, O Grande Amor Da Minha Vida, O Grude (Um do outro), O Amor É Mais, Tudo, Momentos Tão Bonitos e músicas remasterizadas, como Eu Te Amo Tanto, Mulher Pequena, e Quando Digo que te amo. Foi um disco inteiro em homenagem a Maria Rita. Pedro Mülbersted falou sobre ele aqui, há alguns dias. Relembre! (Foto: captura Rede Globo)

Em 2003, viria um novo disco inédito, Pra Sempre. Outro disco fantástico, também já analisado aqui neste blog, por Diego Bachini (relembre!). Pra Sempre traz mais canções em homenagem à musa inspiradora do Rei. Clássicos como Pra Sempre, Todo Mundo Me Pergunta, Acróstico, Com Você, O Encontro, Como Eu Te Amo, História De Amor e Eu Vou Sempre Amar Você.

Na realidade, quase tudo que Roberto fez na década passada (2000-2010) foi em homenagem a Maria Rita, incluindo sua mais recente canção A Mulher Que Eu Amo, que foi composta em 1999, gravada em 2002, e lançada em setembro de 2009, isoladamente. Não resta dúvida de que, até hoje, Maria Rita deixou reflexos fortes em Roberto Carlos. E o mais importante de tudo é que ele amou. E que, se chorou ou se sorriu, o importante é que emoções ele viveu!

Assim, encerra-se nossa série Os Amores Do Rei.

Próxima Matéria
Próximo domingo estaremos de volta, com uma análise de disco, assinada por Pedro Mülbersted. Desta vez, falaremos sobre o disco "É Proibido Fumar" de 1964. Não perca!

Esta matéria pertence ao ProjetoSaiba mais sobre esse projeto, clicando aqui.

Roberto Carlos em Brasília

Ana Luiza - 02/10/2011 às 09:00
Atualizada por Ana Luiza - 04/10/2011 às 11:30


Olá Súditos,

ontem, dia 1º de outubro, nosso Rei Roberto Carlos fez show em Brasília, para mais de 12 mil pessoas. O show aconteceu no Ginásio Nilson Nelson e estava marcado para às 21hrs e 30 min.

Eram 22hrs e 15min quando as luzes se apagaram e a orquestra regida pelo maestro Eduardo Lages deu início ao show. Os súditos, acompanhados pela banda,cantaram "Como é grande meu amor por você",em coro.

Após a belíssima abertura, "Senhoras e senhores, com vocês, Roberto Carlos". O Rei sobe ao palco, com um terno offwhite e camisa branca, para dar início a mais um grande espetáculo!

A primeira música da noite, como não poderia deixar de ser, foi a clássica "Emoções". RC agradeceu a presença do público e seguiu o show com "Eu te amo, te amo, te amo" e "Além do Horizonte".

Como sempre faz antes de cantar "Amor perfeito", Roberto disse que quem fez mesmo sucesso com a música foi a cantora Cláudia Leitte. A sensual "Cama e Mesa" também não poderia faltar.

Roberto Carlos pega seu violão, dedilha algumas notas e todos já sabem que é a vez da maravilhosa "Detalhes". A seguinte foi "Desabafo", com participação do plateia nos momentos finais da canção. Quando Roberto Carlos canta "Mas sempre acabou em seus braços...", os súditos completam "...na hora que você quer..."

Em Jerusalém, Roberto Carlos cantou "O Portão", música que não estava no repertório de shows no Brasil antes da viagem à Israel. No primeiro show após o da Terra Santa, que aconteceu em Belo Horizonte no dia 24 de setembro, Roberto voltou a cantá-la. Ao que tudo indica, a música permanecerá no repertório, já que também foi incluída neste show em Brasília.

Com homenagem à mãe, Dona Laura, RC emocionou os súditos com "Lady Laura". O momento emocionante continuou ao som de "Nossa Senhora".

Outra música incluída no set list foi "Pensamentos", de 1982. A música não era cantada em shows há muito tempo, mas após cantá-la em Jerusalém, RC decidiu incluí-la no repertório de seus concertos no Brasil também. Com certeza, uma grande alegria para os súditos!

"Mulher Pequena" deu um toque sensual e divertido ao show, com alguns gestos de Roberto Carlos, que levou a mulherada à loucura!

No pout-pourri sensual do show, RC conta como começou a falar de sexo nas músicas e que mesmo com receio da reação do público, resolveu dar o primeira passo e disse "Eu te proponho...". Após cantar "Proposta", Roberto disse que o primeiro passo é sempre mais díficil e que como ninguém o criticou pelo tema da música, ele resolveu dar o segundo passo. Foi a deixa para "Côncavo e Convexo" e "Cavalgada", com show de iluminação!

Relembrando a Jovem Guarda, o Rei cantou um Medley, com as músicas "É proibido fumar", "Namoradinha de um amigo meu", "Quando", "E Por Isso Eu Estou Aqui" e "Jovens tarde de domingo".

Show quase no fim, é a hora de Roberto Carlos retribuir todo o carinho recebido dos súditos e declar seu amor por todos os fãs, com a música "Como é grande o meu amor por você"."É preciso saber viver" foi a seguinte.

Para finalizar o show, Roberto cantou "Jesus Cristo" e embalado por gritos dos fãs desesperados que se amontoavam frente ao palco, RC distribuiu rosas vermelhas e brancas aos súditos!

E assim o Rei finalizou seu show em Brasília. O próximo será no dia 15 de outubro, em Porto Alegre!

Veja mais fotos do show:

LinkFotos: Monique Renne

As emoções de Ana Luiza no camarim de Roberto Carlos

Ana Luiza - 03/10/2011 às 19:10


Olá Súditos!

É com muita emoção que venho compartilhar com vocês a emoção que tive no dia 24 de setembro, no show do nosso Rei em Belo Horizonte!! Como muitos sabem, na noite do show fui chamada por Roberto Carlos para ir ao camarim, tirar uma foto ao seu lado.

Após nove dias de espera, finalmente hoje a produção me mandou as fotos do 'momento lindo'.

Agora com a foto, contarei como foi o meu encontro com o Rei Roberto Carlos.

Na hora em que entrei no camarim, a primeira coisa que fiz foi mostrar ao RC o banner que as "Mulheres do Rei" fizeram para a data. Ele gostou muito.

Eu estava com o braço todo machucado por causa da disputa pelas rosas, e como estava sangrando um pouco, eu brinquei com ele : "Tá vendo, Roberto, isso que é dar o sangue pelo ídolo". Depois da piada, peguei na mão dele e fiquei de joelhos, fazendo uma reverência ao nosso Rei. Na maior simplicidade e achando a maior graça, o Rei disse "Não,levanta, que isso!"

Após registrar o momento com a foto, contei a ele sobre o BlogRCB. "Roberto, todos nós do BlogRCB te admiramos muito. Somos quatro na equipe e o mais velho tem 22 anos. Isso comprova que cada vez mais os jovens te admiram".


O segundo assunto foi a entrevista que o Rei havia concedido ao Jô Soares. "Rei,adorei sua entrevista no Jô, você tem que dar mais entrevistas, foi tão legal. Eu mesma não conhecia seu lado tão brincalhão. (risos). Ele respondeu "É,né? Você não conhecia esse meu lado moleque,né?" Foi muito engraçado, porque ele é não é de falar muito não, então fiquei muito feliz com a resposta.

O tempo era curto, haviam muitas pessoas para tirar foto ainda, mas consegui falar muita coisa. Pra finalizar, contei a ele sobre minha ida à Cachoeiro de Itapemirim, neste ano, em abril. Na viagem, entrevistei Dona Helena Mignone, primeira professora de piano de RC e Dona Gersy Volpato, a primeira fã do Rei.Relatei todos estes momentos a ele, inclusive a minha visita à casa onde ele morou em Cachoeiro, que hoje é a Casa de Cultura Roberto Carlos Braga. Ele ficou muito feliz em saber de toda esta dedicação.

Carminha, secretária de Roberto Carlos, estava no camarim, e antes de sair do camarim, falei com ela: "Carminha, cuida bem dele hein? Estamos de olho!"

E assim terminou meu segundo e lindo encontro com o Rei Roberto Carlos! E que venham muitos mais!


Clique nas fotos para ampliá-las. Na última estão Ana Luiza, RC e Heloisa ( mãe de Ana Luiza)

Depois de show em Jerusalém, Roberto Carlos recebe propostas de mais países

EGO - 04/10/2011 às 08:43
Publicado por Ana Luiza no BlogRCB - 04/10/2011 às 20:00

Foto: Arquivo BlogRCB

O show de Roberto Carlos em Jerusalém fez tanto sucesso que outros países estão interessados em contratar o Rei para uma apresentação no mesmo estilo, informa o colunista Ancelmo Gois. As propostas são de países como os Estados Unidos, Croácia, Itália e Beirute, onde vivem uns 60 mil brasileiros.

Compre CDs e DVDs de Roberto Carlos !

13 comentários. Clique aqui para comentar!:

Felipe Moura disse...

Bela matéria da Maria Rita, James!
Parabéns, mais uma vez, pela cobertura de Brasília!
O Rei não dormiu aqui, pois já tinha vindo direto de Maceio! Saiu do Ginásio as 3 da manhã e foi pegar seu jatinho no Aeroporto JK!

Abraços!

Felipe Moura

Maria Da Aparecida Guedes disse...

Mais uma vez anjo amigo James Lima obrigada viu! Muito obrigada pela sua dedicação com o Rei Roberto e todos os fãs!Quando visitei o Blog somente visitei e achei uma dádiva Divina Deus ter iluminado você viu anjo amigo!E que o Cristo te Ilumine cada vez mais !!!Parabéns o Rei merece e muito!!!

nuestras estorias disse...

Ana Luiza, muito bom seu texto sobre à ida no camarim. Vc é muito espirituosa, dei risada! beijos parabéns, linda foto!

Ana teixeira disse...

A verdade é que vcs são demais,adoro tudo que vcs falam do Roberto. O Blog é perfeito, como tudo que vcs escrevem, parabéns bjs !!!

LUCIA M F MACEDO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
openid disse...

Amigos,

O comentário acima foi excluído, por não conter informações que contribuíram para o enriquecimento deste espaço, além de, indiretamente, ferir declarações de Roberto Carlos.

Contamos com a compreensão de todos.

Equipe Blog RCB
contato@robertocarlosbraga.com.br
www.robertocarlosbraga.com.br

Maria Da Aparecida Guedes disse...

Vim somente agradecer muito obrigada!!! James Lima e que Nossa Senhora Aparecida abençoa sempre!!! Você e todos que te acompanha neste Divino e lindo Blog !!!Beijos no coração de todos vocês !!!"Sempre venho passear aqui neste Blog esta cada vez mais lindo !!!

Blog RCB disse...

Súditos,

Gostaríamos de deixar claro que nem tudo que é publicado aqui é aprovado para que continue no ar.

Como já temos frisado desde janeiro, quando começou o Projeto 70 Anos De Emoções, projeto através do qual temos falado sobre a vida pessoal de Roberto Carlos, temos tido muito cuidado com tudo o que é publicado aqui, pelo fato de ter respeito à privacidade a qual nosso cantor tem direito.

Naturalmente, assim como respeitamos a vida pessoal de Roberto Carlos, e procuramos abordar a sua vida sem dar opiniões, mas apenas apresentando os fatos, ou elogiando, quando possível, esperamos que os fãs que acompanham este espaço tenham a mesma atitude, sem dar opiniões sobre o que Roberto Carlos devia ou não devia ter feito nesta ou naquela época.

Gostaríamos de deixar claro ainda que tudo isso acontece por um simples motivo: o amor comum de nós todos (equipe e fãs) por Roberto Carlos. Certamente, quem ama e respeita Roberto, entende nossa posição, uma vez que o amor pede justamente o respeito.

Certos de sua compreensão, despedimo-nos.

Equipe Blog RCB
contato@robertocarlosbraga.com.br
www.robertocarlosbraga.com.br

alda disse...

Obrigada James pela bela matéria,sem duvida a mais linda e emocionante Maria Rita foi sem duvida o gande amor do nosso querido Rei.

Maria Da Aparecida Guedes disse...

Olha amei a matéria. Li passo sempre por aqui. fico entretida no Blog. E muitas vezes fico entretida no navegando aqui no Blog. Leio e me interesso. Porque cresci ouvindo o Rei Roberto Carlos. Fãs é o coração quem escolhe ainda mais se tratando de músicas. Parabéns James Lima pela Matéria da Maria Rita! E todas as quais eu já li aqui. Amo este Blog. Feliz Natal para você e para todos aqui!!!

ROSANA disse...

OLÁ JAMES, O BLOG ME PROPORCIONOU UMA NOVA VIAGEM POIS ASSISTI O SHOW EM JERUSALÉM, E A MATERIA POSTADA ME FEZ REVIVER TUDO NOVAMENTE.
OBRIGADA POR TUDO.
ROSANA DE JESUS.

TELMA MÉRCIA ROSÁRIO DE ALMEIDA disse...

PARABÉNS JAMES! O BLOG ESTÁ PERFEITO. QUERO AGRADECER EM ESPECIAL PELAS INFORMAÇÕES QUE VOCÊ TRANSMITIU AO PÚBLICO, COM REFERÊNCIA AO LINDO, PROFUNDO E GRANDE AMOR QUE UNIU ROBERTO CARLOS E MARIA RITA. É UM BELÍSSIMO EXEMPLO DE AMOR. SENTÍ-ME EXTREMAMENTE EMOCIONADA E FELIZ COM O RELATO E FOTOS.
PARABÉNS, UMA VEZ MAIS.

wilma disse...

Olá James! ao ler esta materia começei a chorar,são tantas emocões de uma só vez.Você esta de parabens.