domingo, 31 de julho de 2011

MAGDA FONSECA - Os Amores Do Rei

Esta matéria contém:
• MAGDA FONSECA - Os Amores Do Rei
• EM PRIMEIRA MÃO: Roberto Carlos vai cantar "Jerusalém de ouro" em Israel.
Magda Fonseca e Roberto Carlos. Montagem: James Lima. Fotos do Arquivo do Blog RCB.

Olá Súditos!

Hoje, cá estamos novamente, depois de uma análise de disco de Roberto Carlos assinada por Pedro Mülbersted, membro da equipe deste blog. Anunciamos que a análise não estaria inclusa diretamente no Projeto 70 Anos De Emoções, projeto que temos promovido durante o ano de 2011, com o objetivo de relembrar a vida pessoal do maior ídolo do Brasil, com o respeito à privacidade de nosso Rei.

Contudo, o disco analisado não foi escolhido à toa. Em 1977, Roberto Carlos estava casado com Cleonice Rossi, a Nice, sua primeira esposa. E é sobre ela a nossa próxima matéria. Para falar em vida pessoal de Roberto Carlos, não podemos deixar de citar seus amores. Por isso, dentro do Projeto 70 Anos De Emoções, vamos fazer uma microssérie composta de 4 matérias: "Os Amores Do Rei". As matérias serão intercaladas com análises de discos que tenham alguma coisa a ver com a esposa de Roberto Carlos sobre a qual falaremos. Por exemplo, antes de Myrian Rios, Pedro vai analisar o disco "Roberto Carlos 1989" que marca a separação do casal.

Hoje, vamos relembrar o curto período que Roberto Carlos esteve com Magda Fonseca, sua primeira namorada, ainda antes de Nice. Pois bem, comecemos a matéria. Boa leitura!

• Magda Fonseca
A história de Roberto Carlos com Nice começa, surpreendentemente, com uma terceira mulher: Magda Fonseca. Magda foi namorada de Roberto Carlos no início dos anos 60. Ele a conheceu em 1961, numa rádio, enquanto divulgava o seu disco Louco Por Você. Ela, filha do dono da rádio, seu Alceu Nunes Fonseca, que conhecia Roberto desde menino, por ser dono, também, da Rádio Cachoeiro, onde o Rei iniciou sua carreira.

O romance com Magda durou algum tempo. Com certeza, o mais duradouro da vida de Roberto Carlos até então. Durante os anos de 1962 e 1963, o sucesso de Roberto Carlos e o da rádio de seu Alceu, a Rádio Carioca, onde Magda começou a trabalhar, era cada vez maior. Até que, por motivos "extramusicais", seu Alceu decidiu que Magda deveria ir aos EUA estudar inglês, e convenceu a filha a ir morar lá. (Foto: Roberto Carlos em 1965. Arquivo Blog RCB)

Roberto ficou muito triste, e, com Erasmo, compôs a música "Emoção", balada gravada pelos Vips. A letra fala justamente desse momento da viagem de Magda. "Eu queria pedir pra você ficar/ mas a voz não me saiu/ e eu não pude nem falar/ eu queria pedir pra você não ir/ e ficar perto de mim/ eu queria lhe pedir..." Porém, na segunda parte, ele manifesta a certeza de que a viagem não afetará o relacionamento dos dois, porque "o nosso amor é grande até demais/ e vai durar até você voltar...".

No início de 1965, Magda acompanhou Roberto nas gravações do disco Roberto Carlos Canta Para a Juventude, e duas canções daquele disco marcaram o namoro dos dois: Não Quero Ver Você Triste, que Roberto declamava para a namorada quando ela estava triste ou decepcionada com algo, e Os Velhinhos. Conta-se, inclusive, que durante a gravação desta canção, Magda comentou com Edy Silva, divulgadora de Roberto: "Edy, será que eu e Roberto vamos mesmo atingir esse tempo juntos?" Edy respondeu: "Claro, Magda. Vocês são muito apaixonados."

Magda foi morar nos Estados Unidos, onde ficou bem mais tempo do que o previsto. E Roberto ficou no Brasil, sofrendo pela ausência dela, e compondo cada vez mais, sempre com mais sucesso. No tempo em que Magda esteve fora, o casal se comunicava por telefone, cartas e fitas de rolo. Nas fitas, além de gravar mensagens para a namorada, Roberto Carlos mostrava novas canções que estava compondo. E em uma destas fitas, em maio de 1965, ele enviou a ela uma canção chamada A Volta. Sim, a famosa música foi dedicada a Magda Fonseca, e foi pensando na volta dela que Roberto compôs. "Estou guardando o que há de bom em mim/ para lhe dar quando você chegar/ toda a ternura e todo o meu amor/ estou guardando pra lhe dar...". (Foto: Roberto Carlos em 1965. Arquivo Blog RCB)

Mas Magda não voltou no prazo prometido, o que deixou Roberto Carlos muito triste e chateado. Tão chateado que ele nem quis gravar A volta. Preferiu entregar esta também para a dupla Os Vips, que na época a levaram para os primeiros lugares das paradas. A volta só seria gravada por Roberto Carlos quase quarenta anos depois, e de novo fazendo muito sucesso, como um dos principais temas da novela América, da TV Globo.

Em um dia do inverno de 1965, Roberto se sentiu muito triste e sozinho. E naquele dia surgiu "Quero Que Vá Tudo Pro Inferno". "Eu queria que tudo fosse realmente para o inferno. Naquela música eu queria dizer que para mim o que importava era o amor, a saudade que eu sentia e aquelas coisas que envolviam o meu estado de espírito. Então, no momento em que eu fiz aquela música, pouco importava o resto do mundo, porque na minha opinião só o que valia era o amor que eu sentia. Então, que tudo mais fosse realmente pro inferno."

A música foi composta em dois meses, e virou o maior sucesso de Roberto Carlos até então, projetando seu nome nacionalmente. Por volta de agosto de 1965, Magda recebeu uma nova fita de Roberto Carlos na qual ele mais uma vez chorava sua ausência e dizia ter composto uma nova música especialmente para ela. "Oi, Guida, eu continuo aqui sentindo muita saudade de você. Outro dia fui cantar no interior de São Paulo e estava um frio tão grande, mas tão grande que lamentei muito por você não estar ao meu lado para me aquecer Então eu desabafei tudo nesta música que fiz especialmente pra você." E Roberto Carlos cantou ao violão os versos e a melodia da canção que brevemente milhões de brasileiros saberiam de cor. "De que vale o céu azul e o sol sempre a brilhar/ se você não vem e eu estou a lhe esperar só tenho você no meu pensamento e a sua ausência é todo o meu tormento quero que você me aqueça nesse inverno e que tudo mais vá pro inferno..."(Foto: Roberto Carlos em 1965. Arquivo Blog RCB)

Conforme o esperado, a canção foi um sucesso. Magda ficou sensibilizada com a letra da música, e pouco tempo depois voltou ao Brasil. O que ela não sabia é que o coração de Roberto já começava a ser ocupado por outra pessoa: Nice Rossi, que vai ser o assunto de nossa próxima matéria!

"O engraçado é que eu e Roberto não chegamos a terminar o namoro, fomos nos afastando um do outro. Foi como se um vendaval nos atingisse e arrastasse cada qual para um lado diferente", afirmou Magda anos depois.

• Detalhes tão pequenos de nós dois
No final de 1971, Magda Fonseca estava casada, morando na Alemanha, e Roberto Carlos casado com Nice, com 3 filhos, e uma mansão no Morumbi, em São Paulo. Naquele período, Magda recebeu uma carta de amigos do Brasil, que diziam que a nova canção de Roberto, que foi, também, a música mais tocada do ano de 1971 nas rádios, parecia ser endereçada a ela. A canção é tida por muitos como a obra-prima de Roberto Carlos: Detalhes. (Foto: Roberto Carlos em 1971. Arquivo Blog RCB)

Embora reconheça que alguns dos detalhes relatados na música, como o ronco barulhento de seu carro ou a velha calça desbotada, fizessem realmente parte do cotidiano dos dois, Magda não se assume musa desse clássico da nossa música popular.

"Não posso dizer que Roberto fez Detalhes para mim porque ele nunca me disse isso. Pessoas próximas da gente é que comentavam este fato na época." A cantora Emilinha Borba, que acompanhou o namoro de Roberto e Magda, afirmou, certa vez, que Roberto havia lhe confidenciado que Detalhes foi composta em homenagem a Magda. Até hoje, ninguém sabe se ela é realmente a musa inspiradora daquela música.

Próxima Matéria
Próximo domingo, estaremos de volta, com uma matéria sobre Cleonice Rossi, a Nice, primeira esposa de Roberto Carlos, e o período em que ela esteve casada com ele.

Esta matéria pertence ao ProjetoSaiba mais sobre esse projeto, clicando aqui.

EM PRIMEIRA MÃO: Roberto Carlos vai cantar "Jerusalém de ouro" em Israel

Blog RCB

Os preparativos para o show de Roberto Carlos em Jerusalém andam de vento em popa. O show acontecerá dia 7 de setembro, em Israel, e será transmitido para 116 países, pela Globo Internacional. A estrutura montada será a maior já vista em um show na história de Israel. O palco terá 40m de frente e 26m de profundidade. Uma réplica da Terra Santa. May Martins, cenógrafa da Rede Globo, criou o cenário.

E o Blog RCB descobriu, em primeira mão, antes de tudo e de todos, que o Rei anda ensaiando, há 1 mês, a canção Yerushalayim Shel Zahav”, ou, em português, "Jerusalém de Ouro". Roberto vai cantar a canção em hebraico. Uma cantora de coral do Rio de Janeiro tem ido ao estúdio do Rei todos os dias, para ensaiar com ele. Com certeza, podemos esperar muitas emoções, agora em hebraico!

Confira a letra de "Jerusalém de ouro" NA VERSÃO em português e um vídeo da cantora Ofra Haza interpretando-a em hebraico! As legendas do vídeo são a tradução literal do que ela diz, e não correspondem à versão em português.

Como o ar de montanha
E transparente como o vinho
E o cheiro de pinho
Vem como o vento no entardecer

Como voz de campainhas
E quando a pedra e a árvore dormem
Então também está sonhando
Minha cidade Jerusalém

(Refrão)(2x)
Jerusalém, Jerusalém
Tu és de cobre, ouro e luz
Tu és cidade do meu Rei
Senhor Jesus

Como secaram as cisternas?
E o mercado está vazio
Ninguém visita o monte-templo
Na cidade velha

E nas cavernas que estão nas rochas
Os ventos chegam a chorar
Ninguém mais desce a Jericó
Onde Jesus entrou

(Refrão)

Quando venho a cantar-te
E a coroar-te de glória
Sou o menor dos menores
Dos filhos teus, Jerusalém

Teu nome queima os meus lábios
Como um beijo de amor
Não me esquecerei jamais
Jerusalém de Deus

A apresentação de Roberto Carlos em Israel, dia 7 de setembro, terá requintes de superprodução. O palco irá reproduzir a cidade de Jerusalém.

Jayme Monjardim, na gravação do especial, irá utilizar câmeras 3D e o trabalho de edição será feito em Los Angeles. Além disso, na época que foi divulgado que Jayme trabalharia com Roberto, especulamos algo que está prestes a acontecer: a inclusão de várias cenas externas.

Durante o show, serão exibidas imagens de locais sagrados, visitados pelo cantor, como o Muro das Lamentações e Santo Sepulcro. João Doria Junior, liderando uma comitiva de convidados especiais, irá assistir a esta apresentação.

Na volta ao Brasil, Roberto Carlos dará uma entrevista ao programa do Jô Soares, na Globo, para falar sobre a sua passagem por Israel e as novidades da carreira.

A produção ficou a cargo da DC Set Promoções, com apresentação pela Nestlé e patrocínio da Credicard e da El Al-Israel Airlines.

Vale lembrar que a designer Es Devlin, uma inglesa de 39 anos, ficou responsável por criar o palco do Rei. Em seu currículo invejável, ela já cuidou da turnê Monster Ball, de Lady Gaga, além de cenários para o Muse, Kanye West, Pet Shop Boys e Shakira.


Nescafé leva consumidores para o cruzeiro “Emoções em Alto Mar” com o rei Roberto Carlos

Portal da propaganda - 3 de agosto de 2011 às 15:46
Ana Luiza - 3 de agosto de 2011 às 17:00


Foto: Arquivo Blog RCB

Promoção premiará vencedores com a oportunidade de conhecer pessoalmente o cantor em um cruzeiro inesquecível e ainda vai distribuir 90 máquinas Em comemoração aos 90 anos da Nestlé no Brasil, a marca NESCAFÉ preparou uma promoção especial para seus consumidores.

De 1º de agosto a 28 de outubro, a ação “NESCAFÉ Emoções em Alto Mar” irá sortear nove passagens com direito a acompanhante para o cruzeiro com o rei Roberto Carlos. Os vencedores terão direito à viagem com tudo pago, assistirão a um show intimista no navio e terão a oportunidade de conhecer pessoalmente o rei, além de degustar os produtos da marca.

Durante todo o período, também serão sorteadas diariamente máquinas NESCAFÉ Dolce Gusto, modelo Piccolo, totalizando mais de 90 unidades.

Para participar da promoção, basta comprar um produto da marca NESCAFÉ – exceto NESCAFÉ Dolce Gusto - e enviar o código alfanumérico impresso na embalagem via SMS para o número 70000, até o dia 28 de outubro. Os premiados deverão guardar as embalagens para que sejam conferidas ao final da ação.

A campanha terá também um hotsite exclusivo http://www.nestle.com.br/emocoesemaltomar/ criado pela agência F5, com informações detalhadas sobre como participar, o regulamento completo, a premiação, além de espaço para consulta e para a divulgação dos ganhadores. Também haverá material de ponto de venda desenvolvido pela Future Group.



Compre CDs e DVDs de Roberto Carlos !

3 comentários. Clique aqui para comentar!:

Nádia A Ver... disse...

Desculpe, mas a música Detalhes tem tudo para ter sido tendo como musa inspiradora a Nice... Os "detalhes", são bem da época... Só mudo essa ideia se RC declarar isso..

openid disse...

Nádia,

Como deixamos claro na matéria, trata-se apenas de um boato que circulou na época. Não é nada oficial. Mas pelo fato de estar ligado diretamente a Magda Fonseca, que é o assunto da matéria, decidimos abordar.

Esperamos que você continue sempre conectada conosco!

Um forte Abraço
Equipe Blog RCB

Maria Helena Milagres disse...

Coisa mais linda que vcs fazem no blog, acho que ele fez a música pensando num grande amor inclusive pedia opnião da Nice sua amável esposa a quem tenho o maior respeito pois lhe deu filhos lindos.Nessa época já amava Roberto com todo coração de jovem sonhadora e ele já era muito triste, acho que na altura do campeonato não importa quem foi a musa de "Detalhes"o importante é que ele gosta e acho que é sua preferida. Parabéns vou acompanhar a raportagem pelo blog* Roberto Carlos Braga, faz muito bem ver pessoas jovens como vcs vivenciarem uma carreira que deu certo. Nós amamos muito RC. Abraços!