segunda-feira, 20 de junho de 2011

O Nosso Amigo - ERASMO CARLOS! - Parte 3 de 4

Erasmo abraça Roberto Carlos, no dia do aniversário do Rei, em 1967.

Olá súditos!


Hoje, cá estamos de volta, depois de muitas emoções na semana passada. Além da surpresa de Roberto Carlos a Tom Cavalcante (e a todos nós) com um carro de presente pra ele, houve ainda o lançamento da Horizonte JK, o primeiro empreendimento imobiliário da Emoções Incorporadora, empresa de Roberto Carlos.

Mas vamos continuar o propósito do Projeto 70 Anos De Emoções, que tem como objetivo relembrar toda a vida pessoal de Roberto Carlos, com toda a privacidade que nosso Rei merece, em comemoração, pelos seus 70 anos de idade. Além de Roberto, também Erasmo comemora 70 anos em 2011. E em junho, estamos homenageando o amigo de fé e irmão camarada, na Série O Nosso Amigo Erasmo Carlos. Na matéria anterior, paramos em Parei Na Contramão. Hoje, vamos falar do relacionamento entre os dois amigos durante os anos 60 e 70. Boa leitura!

• A Jovem Guarda
Durante os anos 60, a amizade de Roberto e Erasmo Carlos só ficava cada dia mais forte. Composições marcantes surgiam, como Quero Que Vá Tudo Pro Inferno, É Proibido Fumar e muitas outras... Nessa época, Roberto já tinha certo reconhecimento, e Erasmo passou a ter, depois de lançar a canção Festa De Arromba, também em parceria com o Rei. (Foto: Arquivo Blog Roberto Carlos Braga)

Em agosto de 1965, uma lei proibiu que emissoras de televisão transmitissem jogos de futebol. Isso deixou as tardes de domingo vazias, nas grades de programação. E a TV Record, para preencher aquela lacuna, que tinha grande audiência, teve a ideia de lançar um programa Jovem. Assim surgiu a ideia do Jovem Guarda. Os diretores da Record pensavam em um homem e uma mulher para apresentarem o programa. E o primeiro cantor que veio à mente deles, para apresentar aquela que seria a mais nova aposta da Record foi... ERASMO CARLOS! Isso mesmo! Antes de pensarem em Roberto, Erasmo foi a primeira opção da Record para apresentar o programa, pelo fato de estar fazendo sucesso com a canção Festa De Arromba.

Na primeira reunião com Erasmo, algumas coisas ficaram acertadas para o programa. Erasmo sugeriu que Wanderléa apresentasse o programa junto com ele, já que os diretores queriam que um casal comandasse a atração. Mas além disso, Erasmo sugeriu que o programa fosse apresentado por um trio. E o 3º integrante seria um amigo seu, que também tinha jeito pra coisa, e que também estava fazendo sucesso. O rapaz se chamava Roberto Carlos.

Convidado para um teste, Roberto compareceu a Record ainda naquela semana. E foi contratado. A direção da Record ofereceu quatro milhões de cruzeiros mensais a Roberto Carlos, além de porcentagens na renda da bilheteria do teatro e na venda dos videoteipes para outras emissoras. A Erasmo e Wanderléa foram oferecidos dois milhões mensais a cada um. Roberto Carlos aceitou o salário que lhe foi proposto, desde que fosse pago o mesmo valor aos outros dois companheiros. E assim foi feito. (Foto: Arquivo Blog Roberto Carlos Braga)

E no dia 22 de agosto de 1965, às 16h30, foi ao ar o primeiro programa Jovem Guarda, onde Roberto e Erasmo viveram grandes emoções.
Relembre a Jovem Guarda clicando aqui.

• Breve rompimento
Em 1967, Erasmo Carlos foi homenageado como compositor no programa Show em Si...monal, onde cantou um medley com oito canções. Ninguém, absolutamente, se lembrou de dar os créditos das parcerias a Roberto. O staff dele, então, contou, ao Rei, uma versão distorcida do ocorrido, já que o próprio não havia visto o programa.

Pessoas que tinham inveja da união da dupla começaram a encher a cabeça de Roberto, que não perdoou o parceiro. As desculpas foram em vão. E passaram alguns meses, completamente, sem se falar. O único contato que os dois tinham era através dos textos do programa Jovem Guarda. Ali sim, foi a única época em que Roberto e Erasmo estiveram verdadeiramente brigados. E a única época em que a amizade dos dois era, de fato, apenas mídia.

Separados, cada um seguia seu caminho. Roberto compôs, sozinho, Como É Grande O Meu Amor Por Você e Namoradinha de Um Amigo Meu, entre outras. Erasmo, por outro lado, fez Prova de Fogo e Neném, corta essa. Alguns meses depois, Roberto enviou uma fita k7 a Erasmo, na qual dizia:
Bicho, não estou mais zangado com você. Essa letra você faz em 10 minutos.
E realmente, em pouco tempo, Erasmo montou uma letra para a melodia que Roberto havia enviado na fita. A música, que deveria falar de um homem que se dava sempre bem, e só dirigia em disparada, foi tema do filme que Roberto Carlos estava gravando, Roberto Carlos Em Ritmo De Aventura, e é um marco na história do rock nacional: Eu Sou Terrível.

Relembre a filmografia de Roberto Carlos clicando aqui.

• Sentado À Beira Do Caminho
Após o fim da Jovem Guarda, Roberto Carlos conseguiu manter seu sucesso, e bons resultados nas rádios. Erasmo, contudo, não sustentou o mesmo pique daqueles tempos áureos. Logo após o fim do programa, no início de 1968, ele se sentiu completamente desestruturado emocional e musicalmente. (Foto: Arquivo Blog Roberto Carlos Braga).

O contrato de Erasmo com a TV Record terminou e ninguém o procurou para renovar. Quando se apresentava em algum programa de TV, não recebia nenhum cachê, porque era como se lhe estivessem fazendo um favor. O seu LP lançado em 1968 não obteve sucesso nem de execução nem de vendagem, e a crítica falou muito mal dele. Na sua própria gravadora RGE, o cantor sentia que o tratamento dado a ele não era o mesmo da fase áurea do sucesso da Jovem Guarda.

A única coisa sólida que restava a Erasmo Carlos era justamente a parceria com Roberto.

E foi essa parceria que trouxe a ele, novamente, a alegria de ser artista. "Roberto foi muito importante pra mim naquele momento e nunca permitiu que eu perdesse a confiança em mim mesmo", afirma. De fato, Roberto Carlos estava preocupado com a situação do amigo e achava que ele só poderia se recuperar através da música.

Em 1969, Roberto começou a compor uma linda canção que, pelo seu faro de artista, já sabia que seria sucesso. Os produtores do Rei, ao ouvirem a canção pela primeira vez, insistiram para que o próprio Roberto gravasse a canção, para incluí-la no seu LP de 1969. O Rei, entretanto, tinha outro destino para aquela composição: ela seria oferecida a Erasmo Carlos.

"Olha, bicho, eu estou fazendo uma canção aqui que acho vai dar pé você gravar". Erasmo, quando ouviu pela primeira vez a parte que Roberto já tinha feito, ficou bastante emocionado. Os dois passaram, então, a se reunir, para compor juntos aquela que seria (de acordo com a opinião do próprio Erasmo) a música da dupla que mais sucesso fez. (Foto: Roberto e Erasmo, em 1971, gravando cena do filme Roberto Carlos a 300 km por hora. Captura do filme. Direção: Roberto Farias)

Depois de algum tempo compondo, Roberto e Erasmo fizeram várias estrofes, uma melhor que a outra, mas estavam com sérios problemas para fazer um refrão. A canção tinha empacado no refrão. Não saía nada, de jeito nenhum. E assim foi, durante dois meses. Até que, certa vez, eles foram compor juntos, na casa de Roberto, que na época era uma mansão no Morumbi (o Rei só foi morar no apartamento da Urca no início dos anos 80). E lá ficaram horas e horas pensando. Muito cansado, Roberto decidiu cochilar, enquanto Erasmo continuou tentando achar uma saída para aquele refrão.

Após 20 minutos, Roberto acordou elétrico. Como o próprio Erasmo contou, anos depois:
Foi então que presenciei uma cena que jamais esquecerei. Com um sorriso de menino que passou de ano, e com a cara marcada pelo botão de almofada, ele disse: "Preciso acabar logo com isso. Precido lembrar que eu existo."
Roberto sonhou com o refrão! Mas o mais legal foi que, depois disso, Erasmo, como sempre, veio com suas "erasmices": "Roberto, dorme de novo, que a gente termina a música já já..."


Conforme Roberto previa, a canção fez um sucesso estrondoso. Erasmo voltou a ser bem recebido por disc jockeys e representantes de gravadoras. Além disso, a Polygram enviou a ele uma proposta de contratá-lo. "Você vai gravar o que quiser, com quem quiser, da forma que quiser. Faça o que você quiser, mas faça. É importante qualquer coisa que você crie." disse André Midani, representante da gravadora, na época.

Em 1980, Erasmo Carlos lançou o disco Erasmo Convida, cheio de duetos com outros artistas. Uma das faixas do disco foi uma parceria com o amigo de fé, Roberto Carlos. E a canção que cantaram juntos foi, justamente, Sentado À Beira Do Caminho. A Rede Globo até exibiu, naquele ano, um clipe, gravado com os dois cantores. Assista ao clipe, disponibilizado pelo site da Rede Globo, clicando no Play.


Esta canção está neste disco:Erasmo Carlos Convida (1980)
Clique aqui para comprá-lo, no formato CD.

Nos anos 70, Erasmo se mudou, de volta, para o Rio de Janeiro. Roberto, por outro lado, continuou em São Paulo, no Morumbi, casado com Nice, e morando com ela, e com os filhos Dudu, Luciana e Ana Paula. (Foto: Paulo Salomão. Arquivo Blog Roberto Carlos Braga)

Um pouco mais afastados, Erasmo e Roberto continuavam compondo e, apesar da distância física, nunca deixaram que a amizade se acabasse. Foi nos anos 70, por exemplo, que lindas canções surgiram. Detalhes, Lady Laura, Eu Quero Apenas, Além do Horizonte, O Portão. E cada uma delas traz, consigo, uma história interessante, vivida pelos autores, quando a compuseram.

Mas, como você já sabe, ainda há história pra contar...

Próxima Matéria
Domingo que vem, estaremos de volta, com a última parte da homenagem a Erasmo Carlos, este ano. E vamos falar sobre a canção Amigo, e sobre detalhes da amizade dos dois, desconhecidos do grande público. Imperdível!

Esta matéria pertence ao ProjetoSaiba mais sobre esse projeto, clicando aqui.

Compre CDs e DVDs de Roberto Carlos !

5 comentários. Clique aqui para comentar!:

Ant.Frota disse...

ACOMPANHANDO O SEU BLOG AVISO AOS AMIGOS QUE HOJE ESTAMOS COM EU SÓ TENHO UM CAMINHO E TRAUMAS DO ROBERTO 1971 NO BLOG CAMOCIM-CEARÁ UOL NO ENDEREÇO:fc.frota.zip.net E ESTAMOS ABERTO AOS COMENTÁRIOS.BERG.

Ant.Frota disse...

Não é Por Mim

Roberto Carlos

Composição: Roberto Carlos
Quem deixaria molhar seus olhos nessa tristeza
Eu nunca vi o seu olhar tão triste assim
Não é por mim que você chora tenho a certeza
E quem sou eu para você chorar por mim
Se alguém disser que é por mim que você chora
Eu lhe darei todo amor que eu sinto agora
E se provar que eu fiz você ficar tão triste
Eu saberei que existe um céu, que Deus existe.

Ant.Frota disse...

James em nosso blog estamos colocando as melhores do rei desde seu primeiro lp,a cada dia.hoje estamos com só você e não é por mim,espero que gostem.O endereço é fc.frota.zip.net(blog Camocim-Ceará Uol).Aguardamos comentários e inspirações.Berg.

Claudineide Maria da Silva disse...

Lindas fotos! Estou salvando com muito carinho. E a parte mais delícia do blog é que a gente fica bem informado sobre o nosso eterno Rei. Vou daqui há pouco ler o seu encontro com o Rei nossa não é para qualquer um. beijocas no coração!

Anônimo disse...

Olá!
Eu entrei no site da hoje deputada Myrian Rios e vi uma foto dela com o Rei, achei um absurdo ela utilizar-se de uma foto do Rei para se promover politicamente. Acredito que ele não saiba disso, então resolvi deixar esse relato aqui para que alguém possa enviar ou avisar ao RC sobre isso, talvez ele não goste de ter sua imagem veiculada dessa forma.