domingo, 1 de maio de 2011

Meu Pequeno Cachoeiro, vivo só pensando em ti...♫ - Roberto Carlos Adolescente

Foto: Arquivo Casa de Cultura Roberto Carlos / Cachoeiro de Itapemirim-ES

Olá Súditos!


Estamos de volta, depois de falar sobre a importância de Cachoeiro de Itapemirim-ES, cidade natal de Roberto Carlos, em sua época de infância. Hoje, seguindo o roteiro da minissérie Meu Pequeno Cachoeiro, vivo só pensando em ti... vamos falar um pouco sobre as emoções que Cachoeiro despertou no Roberto Carlos Adolescente.

Lembrando que esta minissérie em homenagem a Cachoeiro de Itapemirim está inclusa no Projeto 70 Anos De Emoções, que tem por objetivo relembrar, durante o ano de 2011, toda a vida pessoal de Roberto Carlos, com toda a privacidade que nosso ídolo merece, já que é neste ano que ele completa 70 anos de idade. O projeto vai se estender até meados de dezembro.

Na matéria anterior, paramos no Roberto Carlos criança, que já tinha ido se apresentar na rádio, e já tinha virado sucesso. Roberto já não concorria nos concursos de vozes infantis. Ele simplesmente ensaiava um número para encerrar o programa. Depois, foi agradando tanto, que passou a ensaiar dois números: um para iniciar, e outro para encerrar o Programa Infantil. Além disso, Zunguinha teve a chance de se apresentar em outros programas da emissora, como os programas apresentador por Jair Teixeira e Genaro Ribeiro. (Foto: Arquivo Blog RCB)

Diante de tudo isso, nada poderia segurar o sucesso precoce de Roberto Carlos, que já passava a receber dinheiro pelas suas apresentações. "Eu ganhava seiscentos cruzeiros velhos, que naquele tempo eram novos e representavam muito na minha vida", recordaria anos mais tarde. Em 1952, ele estreou seu próprio programa, virando o radialista mais jovem de que se tem conhecimento: 11 anos! O programa era veiculado duas vezes por semana, e tinha 15 minutos de duração, sendo patrocinado pela Casas Matos, uma loja de Cachoeiro de Itapemirim. "Ele costumava chegar antes da gente para se preparar melhor", afirma Zé Nogueira, que também orientava o garoto no aprendizado do violão.

Ainda em 1952, e ainda em Cachoeiro, Roberto transferiu-se para o Colégio Estadual Muniz Freire, e dos treze aos quatorze anos, freqüentou o curso de piano no Conservatório de Música de Cachoeiro de Itapemirim, onde foi aluno de Elaine Manhães (falecida em 2011) e de Helena Mignone. Esta, concedeu-nos uma entrevista, que você vai ler no decorrer desta minissérie!

Roberto ia ao Conservatório duas vezes por semana: às quartas e sextas-feiras. Logo no primeiro dia de aula, ele disse a Dona Helena: "Olha, dona Helena... Eu sei que não vou ser pianista estou aqui por causa da música, porque eu gosto de música". As professoras insistiam para que o novo aluno aprendesse a ler partitura, mas ele teimava em tocar de ouvido, aquela altura já bastante
para um garoto de treze anos. Além de piano, Roberto já sabia tocar violão, violino e até bongô!

No Conservatório de Cachoeiro, haviam 45 alunos. Destes, além de Roberto, apenas dois homens. 42 meninas. Mas isso não era problema para o adolescente Zunga, pois ele sempre se sentiu muito bem entre as mulheres. Segundo sua amiga Fifinha, e sua ex professora Helena Mignone, as meninas que estudavam no Conservatório eram todas "gamadas" em Roberto Carlos, que sempre comparecia às aulas vestido de calça e camisas brancas, e suspensórios pretos. (Foto: Arquivo Blog RCB)

E seria ali, no Conservatório de Cachoeiro, que Roberto encontraria a sua primeira namorada. Sirlene da Penha Oliveira foi o primeiro amor de Roberto Carlos. Ele tinha 13 anos, ela tinha 12, mas ela estava um ano a frente de Roberto no curso de piano. Como, geralmente, a aula de Roberto terminava antes, ele ficava na porta, esperando Sirlene sair. Chegavam juntinhos, saíam juntinhos.

Roberto citaria Sirlene em duas ocasiões, depois de famoso. A primeira, em 1967, quando todos especulavam sobre um possível casamento do Rei, com uma moça chamada Nice. Roberto negava, dizendo: "Casamento é coisa séria e por isso não se brinca. A única pessoa de quem gostei até hoje foi Sirlene, minha primeira namorada, quando tinha doze anos de idade, hoje casada com um rapaz barra-limpa e meu chapa às pampas".

A outra ocasião que Roberto citaria Sirlene foi em uma entrevista, nos anos 70. Roberto disse a frase: "Sirlene foi meu primeiro amorzinho."

Há registros de Roberto Carlos no Conservatório de Música de Cachoeiro. Ainda hoje, tanto na Casa de Cultura Roberto Carlos quanto no próprio Conservatório, há documentos de registros de notas, como os que você vê abaixo.
Foto: Arquivo Conservatório de Música / Cachoeiro de Itapemirim-ES
Foto: Arquivo Conservatório de Música / Cachoeiro de Itapemirim-ES
Além disso, há um roteiro de uma audição no Conservatório, de 22 de outubro de 1955. composto de duas partes. Estão ali os 45 alunos da turma de Roberto Carlos, e as respectivas canções que eles apresentariam, na ordem de apresentação. Pelo documento, pode-se ver que o último aluno a se apresentar era Roberto Carlos. Ali, ele também recebia destaque.

No mesmo dia dessa audição, foi registrada uma fotografia da turma. Roberto está próximo a um dos ventiladores, no círculo azul. Veja:
Foto: Arquivo Casa de Cultura Roberto Carlos / Cachoeiro de Itapemirim-ES

No início de 1956, Roberto foi passar as férias em Niterói-RJ, na casa de sua tia Jovina, irmã de Lady Laura.
E foi naquele ano que decidiu deixar Cachoeiro, em busca de maiores oportunidades. O destino foi o Rio de Janeiro, e, em março de 1956, Roberto sairia definitivamente de Cachoeiro, para nunca mais voltar a viver lá. (Foto: Arquivo Blog RCB)

Acordou às 4 da manhã, despediu-se da mãe, e foi, acompanhado do pai, Seu Robertino, até a estação. Exatamente 30 anos mais tarde, em 1986, Roberto Carlos relembraria essa viagem tão importante em sua vida, na canção Aquela Casa Simples, parceria com Erasmo Carlos. Você pode ouvir a canção clicando no Play. Acompanhe a letra.

Aquela Casa Simples / Roberto Carlos - Erasmo Carlos / Amigos / ECRA
Esta canção está no disco "Roberto Carlos 1986"Clique aqui para comprar esse disco, no formato CD.

Aquela casa simples

Roberto Carlos - Erasmo Carlos

Naquela casa simples
Você falou pra mim
Que eu tivesse cuidado
E não sofresse com as coisas desse mundo

Que eu fosse um bom menino
Que eu trabalhasse muito
Que o nome do meu pai soubesse honrar
E nunca fosse um vagabundo

Ainda não era dia e você me dizia:
Deus te abençoe, te guarde,
Se mantenha sempre em sua companhia.
E eu te olhei nos olhos, eu te beijei a mão
Eu disse amém
E o meu abraço fez você ouvir meu coração

Vida minha, vida minha

E andando pela rua
Meu pai bem junto a mim
Olhava com ternura
A lágrima molhar meu paletó de brim

Toda a minha bagagem
Num banco da estação
Era de amor, coragem
As bênçãos do meu pai, a fé e um violão

E na cidade grande
Tristeza e alegria
Uma saudade imensa
E a solidão que eu ainda não conhecia

E o tempo foi passando
E então eu compreendi
Cada palavra sua
Naquela manhã do dia em que eu parti

Vida minha, vida minha
Vida minha, vida minha

E veio a primavera
E as flores do jardim
Enchiam de perfume
As cartas que chegavam de você pra mim

Mas hoje com sorrisos
Podemos recordar
Mas sempre que me lembro
A emoção e dá vontade de chorar

Vida minha, vida minha

Vida minha, vida minha

Recordações
A mudança para Niterói foi decisiva na vida de Roberto Carlos. O cachoeirense deixou tudo e todos pra trás, e ficou morando apenas com a tia Jovina, e o primo Alédio Moreira. Triste, decepcionado com as poucas oportunidades que estava tendo no Rio, com poucos amigos, e reprovado no terceiro ano ginasial. Roberto se via cada dia mais preocupado, e sem saber o que fazer. Por vários momentos, registrou o desejo de voltar a viver em Cachoeiro, como disse em uma carta, de 20 de janeiro de 1957, destinada a Fifinha, sua amiga de infância. (Foto: Arquivo Blog RCB)
"Fifinha, se não lhe causar incômodo, peço-lhe para saber no Liceu quando é e o que é preciso para uma nova matrícula e exame de seleção. Peço-lhe também para não contar nada a ninguém sobre isso pois não é certo ainda a minha volta. Sem mais, aqui vou terminar enviando-lhe abraço e votos de felicidades, do seu amiguinho Zunga"
Talvez Zunga tivesse voltado a Cachoeiro. Isso se seus pais não tomassem a decisão oposta: deixar Cachoeiro de Itapemirim, e ir morar no Rio de Janeiro. Preocupados não só com o estado do caçula Roberto Carlos, mas também com as opções de emprego para os outros filhos, Seu Robertino e Dona Laura venderam a antiga casa, na rua João de Deus Madureira, e mudaram-se para o Rio De Janeiro, mais precisamente, para o bairro Lins de Vasconcelos, deixando Cachoeiro apenas na lembrança e no coração de Zunga, o futuro Rei Roberto Carlos.

E assim acaba a segunda parte da saga de Roberto Carlos em Cachoeiro de Itapemirim, com as emoções que a cidade despertou no Rei adolescente. Mas ainda tem mais emoções!

Próxima Matéria
Próximo domingo, estaremos de volta, falando sobre as emoções que Cachoeiro despertou no Roberto Carlos Adulto! Shows históricos por lá, prêmio de Cachoeirense Ausente, eventos com participação dele, canção Meu Pequeno Cachoeiro, e muito mais! Você não pode perder!

Esta matéria pertence ao ProjetoSaiba mais sobre esse projeto, clicando aqui.

Compre CDs e DVDs de Roberto Carlos !

34 comentários. Clique aqui para comentar!:

gabrielsilva.cover/rc disse...

Excelente. Irei participar desete blog. Um abraço,

Gabriel Silva - Cover / RC

Anônimo disse...

Excelente. Irei participar deste blog. Um abraço,

Gabriel Silva - Cover / RC

Anônimo disse...

MARIA LAYNARA-CAMOCIM-CE -P.FAFA-PASCOA É TEMPO DE AMOR, FAMILIA E DE PAZ , TEMPO DE AGRADECERMOS.GRANDE REI.

Anônimo disse...

SAVIA-CAMOCIM-CE-P.FAFA-É HORA DE LEMBRAR COM AMOR AS PESSOAS EM NOSSAS VIDAS.

cecilia bazanini disse...

Cecibaza@gmail.com amo Roberto,como homem,honesto trabalhador,humilde,carinhoso,amoroso,sincero, minha vida tem muitas coisas que coinsidem com a dele,perdi meu filho na vespera de meu aniversario,19/04 como ele .perdeu sua mae.amo ele desde meus 19 anos.cel 98643322.gostaria de falar 10m. com ele,por favor me ajude!!!!!!!!!!!JAMES lIMA.ä""

maria aparecida silva disse...

O meu moior idelo de todos os tempos,sempre estara em meu coração.

Anônimo disse...

É amigo parece que estão achando que você é o Roberto ou filho dele.O cara não é deste mundo,não dar pra ter,é escutar e cantar suas canções e quem sabe um dia com ele falar.Se um broto esquisito lhe aparecer,como vai ser?Todos nós temos algo a ver com RC,não é a toa este nosso amor, mas ele tem que viver a sua vida e fazer suas escolhas.Jesus Cristo é nosso Deus também.

Anônimo disse...

Cinco minutos é muito tempo prá falar com Rc,é mais tempo do que uma música.São tantas coisas que eu nem sei o que falar.Quando eu era criança colocava um manto,com meus cabelos em caracois e cantava em pé sobre a cama,hoje minha filha tem os caracois que eu tinha,ela tem 3 anos.Curtir Rc me fez mais jovem um 45 com 30.

Anônimo disse...

Cinco minutos é muito tempo prá falar com Rc,é mais tempo do que uma música.São tantas coisas que eu nem sei o que falar.Quando eu era criança colocava um manto,com meus cabelos em caracois e cantava em pé sobre a cama,hoje minha filha tem os caracois que eu tinha,ela tem 3 anos.Curtir Rc me fez mais jovem um 45 com 30.

Anônimo disse...

Aqui em Camocim e Barroquinha no Ceará,meus alunos acessam seu blog,é a nova geração no espaço de Roberto Carlos.

Anônimo disse...

Pela manhã estou no lei de camocim e a tarde na Barroquinha.Vejo os trabalhos no seu blog.Você é demais, continue assim.Me conhecem como Beto e Israel,o meu Roberto está comigo,você é um amigo transitivo direto.

Anônimo disse...

Pela manhã estou no lei de camocim e a tarde na Barroquinha.Vejo os trabalhos no seu blog.Você é demais, continue assim.Me conhecem como Beto e Israel,o meu Roberto está comigo,você é um amigo transitivo direto.

Vera Lúcia disse...

Sempre agradáveis e informativas, para nós fãs de ROBERTO CARLOS, tudo que se escreve sobre ele. Fico no aguardo da próxima matéria com bastante curiosidade. PARABÉNS!!!!
Um abraço,
Vera Lúcia

Anônimo disse...

Louco não estou mais-Era tarde e passar por aquela rua ,na esperança de ver aquele olhar,Betânia era minha Malena.O broto mais lindo para os meus olhos,era tanto amor no olhar,que era um sonho se beijar.A Deusa da minha rua,só me faltava chorar.Mas vi o seu rosto sumir na distância como nas curvas da estrada de Santos.Me vi por algum tempo vivendo por viver.

Anônimo disse...

Vi na música de Bartô Galeno,um fan do Roberto como eu,no toca-fitas do meu carro e na coletânia cantada:Tudo que sonhei,nada vai me convencer,amigos,amigos,ciúmes de você,não quero ver você tão triste,você é linda,não adianta nada,não há dinheiro que pague,ternura antiga.Homenagem dele ao rei na década de 80.

Anônimo disse...

Havia uma morena chamada Joviana,Negra,a tristeza logo passa,Negra vem sorrindo vem me abraça.No encontro que tivemos foi uma barroada,ela fez cara de dor e eu só pensava em amor mas corri feito Rc.Ficou só na canção.

Anônimo disse...

Lua nova quando fores e voltares-faltou energia ficou tudo tão romântico e tudo que eu queria ver,era ela num vestido azul.

Anônimo disse...

BRENA-P.FCO-CAMOCIM-CE-ACHO QUE RC VIVEU UM TEMPO DE AMAR,DIFERENTE DE HOJE,LONGE DAS DROGAS.

Anônimo disse...

Rafael-CAMOCIM-CE-É HORA DE lembrar com amor pessoas em nossas vidas,p.como vc,é tempo de paz,

Anônimo disse...

Eu fico pensando na mudança de vida que o Roberto teve ao sair de cachoeiro com aquele seu blusão de couro prá cantar no rádio,deixar a vida simples e morar num avião.Penso no seu medalhão levando Cristo sempre no peito.Homem que viu o rio de Janeiro crescer,conheceu a Globo criança,foi o herói nacional da música e hoje é mito.Sei de algumas batalhas,talvez vc também, vou contar.

Anônimo disse...

Batalhas pelo Ibope-eu ficava ali de radinho ,ouvindo de todas as rádios a disputa entre os mais tocados.era Roberto x Giliard,Rc x Magal,Rc x Benito de Paula,todo cantor despontava uma música mas no geral só dava Rc.Leandro e Leonardo e Rc-desde O calhambeck até Nossa Senhora.Raça negra e Xuxa.Todos tiveram seu auge mas prá sempre é Roberto Carlos.ouvi rádio nas décadas de 70,80 e 90,sempre mudando de canal e anotando os resultados.O rei é incontestável.

nuestras estorias disse...

achei o máximo estas fotos antigas do roberto!! porém acho os posts um pouco longos demais!

Anônimo disse...

A musica como è grande o meu amo e
munto espesial para as maês
você esta de parabens.

Anônimo disse...

ANDRESSA-CAMOCIM-CE-MÃE VOCE É MUITO ESPECIAL EU TE AMO.ME LEVA PRA CASA LADY.P.LOURENÇO.

Anônimo disse...

TALINE-CAMOCIM-CE -P .LOURENÇO MÃE-COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VOCÊ.

Anônimo disse...

DENILSON-CAMOCIM CE-P.LOURENÇO-é hora de lembrar com amor e apreciação -o dia das mães.

Anônimo disse...

FRANCISCO DENILSON A. -CAMOCIM -CE. é tempo de amor, familia e de paz, de agradecermos ás mães.

francisco do recife disse...

sou fã de roberto carlos desde dos meus 8 anos de idade já to com 49 anos e ainda continuo e vou ser sempre fã pra mim ele é um icole da musica romantica brasileira e que deus e nossa sra lhe conserve sempre assim com humildade,simplicidade e carisma que deus te proteja roberto carlos
sem mais seu fã incondicional francisco do recife.

Anônimo disse...

Naílsom,Leandro e Samuel do Lei Camocim,aqui em Barroquinha vou enviando um boa tarde prá vocês.Este é o nosso blog predileto junto com Camocim é do povo,este é mais rápido,do jovem James.

Anônimo disse...

O Roberto precisa lançar um cd com músicas novas,pois precisamos dele mais perto de nós através de um lp.sugiro o nome das músicas:é preciso amar,o sol nasceu,quero ter o seu amor,ame a natureza e o homem,quero cantar a paz,quero você comigo,não chore nunca mais,o amor é tudo,Deus é o nosso norte,grito do amor.Já pensou Rc cantando,criando novas com o Erasmo?

Anônimo disse...

James,algumas destas letras eu sou capaz de criar e imagino a vóz do Roberto nelas,com o som da boca eu faço até violão.Ele toca no meu cérebro.Não sei porque isto em mim,talvez pra me fazer feliz, pois em um dado momento achei que nasci para chorar.Sou professor não do amor.

Anônimo disse...

a musica elinda principalmente para
o dia das mães

Anônimo disse...

Como é grande o meu amor por você é muito utilizada nas escolas.Aqui em Camocim Ce. Samuel é um dos nossos gênios,falta só ter um blog como vc.

alda disse...

Meu eterno Idolo RCque há mais de 30 anos enche minha vida de alegria,quando oiço sua voz linda tudo pára pra mim só existe ele e eu,o meu sonho era ve-lo novamente actuar,sempre que ele veio a Portugal não faltei a nenhum,te amo meu Rei.