sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Análise De Discos V - Pra Sempre 2003

Olá Súditos!

Hoje, eu, Diego Bachini Lima, venho, mais uma vez, em uma análise de disco. E nesta sexta feira 13, como análise teremos o disco de 2003 "Pra Sempre", o mais recente disco de inéditas lançado pelo Roberto.

MAS ANTES DE COMEÇAR... Roberto Carlos está concorrendo ao 3º Prêmio Quem na categoria Melhor Cantor. Você já votou? http://bit.ly/3rZLZd

A faixa que dá nome ao disco é também a primeira. Pra Sempre tem o estilo que lembra as música de cronners, como o próprio Roberto foi. Um fox, como Emoções e Música Suave. Nela a declaração de amor evidente de que tudo pode mudar, mas vai sempre existir o amor. Você curte a faixa-título do disco clicando no play.


A seguinte é uma das músicas que atrasou o cd. Em 2002 o Pra Sempre estava pronto mas com 8 faixas. Roberto então lançou o áudio de parte do show dos 90 anos do bondinho (clique aqui para ler sobre), e colocou uma das músicas do Pra Sempre (Seres Humanos) abrindo o disco, e 2 re-mixes no fim do disco (O Calhambeque [Road Hog] e Se Você Pensa). Mas Todo Mundo Me Pergunta valeu mais um ano sem disco de inéditas. Um desabafo em forma de declaração de amor vai explicando o motivo por todo amor que Roberto sente por Maria Rita
(e dando uma cutucada nos críticos). A estrofe perfeita logo no inicio: Todo mundo me pergunta/Por que é que eu vivo só pensando nela/Mas eu sei que todo mundo sabe bem/Por que é que eu falo tanto nela. Deu pra entender.

A terceira faixa é a outra música que adiou o disco de 2002 para 2003. Acróstico é o que é. Uma poesia em forma de música formando uma frase que traduz todo o sentimento do disco. Nos shows Roberto assumia o piano dando um tom ainda mais melancólico à música, que nasceu em meio a lágrimas, como RC declarou. Acróstico só é diferente de tantas músicas de Roberto, onde ele não ousa sequer citar o nome das mulheres de seus sonhos. Nela ele fala de forma explicitamente aberta: MARIA RITA MEU AMOR. A poesia da música sozinha seria uma das músicas mais impessoais do mundo. Mas ser um acróstico tira isso dela a torna pessoal. Entretanto, outras pessoas podem achar isso uma virtude da música.

Com Você não tocou muito em rádios, nem foi apresentada no especial de 2003 (estava ouvindo ele em fita tape essa semana). Isso é realmente uma pena... Apesar da melodia triste, e da letra que diz extamente o contrário, falando de alegria e de amor, não ser uma canção muito comercial não trouxe tanto sucesso para ela. Muito bem construída seria maravilhosa se apresentada ao vivo, pois tem algo grandioso em sua melodia.

A última música de composição solo do disco (as 5 primeiras faixas como em um antigo lado A, são todas de autoria do rei) O Encontro, é para mim uma música que existiria independente da morte de Maria Rita. Talvez tivesse toques 'Erasmianos'. Mas com certeza seria escrita. Tem uma mistura sutil de estilos, desde a sensualidade dos anos 80, poesia bem construída dos anos 70, e ritmo claro dos anos 90. Ou seja música de Roberto dos anos 2000. Com certeza uma das mais tocantes músicas de RC dos últimos 20 anos. Sua letra é perfeita.

Como Eu Te Amo me lembra alguma música entre 78-85 de Roberto Carlos. Mas eu não lembro! Se alguém souber me diga. Ela parece ter sido feita nessa época. Tem todas as caracteristicas dela mas com a modernidade de belos arranjos. Talvez seja o estilo de Mauro Motta e Carlos Colla, autores da canção. É de uma pureza sem tamanho. Parece que alivia, 'limpa' o coração quando se ouve. Ainda mais o final em que o instrumental pausa por um momento para Roberto falar: E você sabe... Como eu te amo!

A continuação d'O Calhambeque demorou 39 anos pra ser feita (34 vai afinal já estava pronta em 1998, Maria Rita até já tinha ouvido). O Cadilac não fica parado no tempo. Se passa no presente e não nos passados anos 60... E ainda roda pelas ruas, com seu dono como um menino. Foi a cereja do bolo de Pra Sempre. Dessa vez Roberto também assina junto com Erasmo (já que a letra da versão era só do Temendão). A música é divertida. Não evoca o rock de 64 na melodia mas nos sentimentos. A diferença entre as duas é a que mais se nota: a juventude X a maturidade, tanto no jeito de se comportar como no de suas melodias.

A música que foi a prévia em 2002 do Pra Sempre é como nos velhos tempos temática. Mas não critica, nem fala de Deus. Fala de nós. Mesmo com os nossos erros, nós sempre lutamos para o nosso melhor. Para dar as nossas próximas gerações seja amor, saúde ou até uma melhor condição financeira garantindo uma vida sem dificuldades, nós batalhamos. E é isso que fala Seres Humanos. Ela diz que os erros existem, mas não são todos nós os culpados. Nós somos o bem e o bem é a maioria.

História De Amor mantém o clima bem romântico do disco. De autoria de Lula Barbosa e Pedro Barezzi, tem algo brasileiro em seu ritmo sereno. Me lembra uma noite quente de verão (porque eu não sei, é o que me parece). É sua letra inteira é muito poética, com detalhes como o céu estrelado, e exaltando a pessoa amada: É assim, meu amor por você/ Meu bem querer, como eu amo você.

Finalizando o disco a linda Eu Vou Sempre Amar Você de Eduardo Lages e César Augusto, é simplesmente fascinante. Tem um equilíbrio assustador entre letra e melodia. Ela fecha o disco com uma declaração simples com elementos muito bonitos, direta a pessoa amada, e muito verdadeira. Um clássico moderno, que você ouve aqui, clicando no play.


OBS 1: Queria registrar que o Site Oficial de Roberto Carlos no Twitter premiou o James com um CD En Vivo, por ele ter respondido uma pergunta de uma promoção por lá. Legal, né?

Bom terminamos aqui, espero que tenham gostado.

Próxima Matéria
Sexta que vem, James está de volta, com matéria sobre a relação de Roberto Carlos e o Festival de Viña Del Mar (1975 e 1989)

Compre CDs e DVDs de Roberto Carlos !

9 comentários. Clique aqui para comentar!:

Rosario Mendonza disse...

Amigo James y equipo del blog:
¡Felicidades por la reseña que realizo Diego Bachini del CD del Rey Roberto Carlos!,me gusto mucho ya que ese CD esta muy hermoso como todos los demás, todos estan hechos con el corazón.
Que Dios los bendiga siempre.
Un saludo afectuoso de:
Rosario Mendoza

Cecilia Mendonza disse...

Hola que tal James...
Como siempre tanto tu James como tu maravilloso equipo realizan las mejores
reseñas....¡¡¡Felicidades Diego Bachini!!!,que lindo el CD "Pra Sempre".
Seguire muy al pendiente de tu blog.
¡¡¡¡Un fuerte abrazo lleno de cariño!!!!.

Everaldo Farias disse...

Zé Jeimis

Gostei bastante da análise. Não acho que o fato do disco ter apenas oito canções foi o motivo para ser adiado de 2002 para 2003. Até onde me lembro, o rei não tinha terminado o disco. E a audição aconteceu no meio de 2003. Só depois, inclusive havendo na imprensa a aparição do rei "trancando" o novo cd em um cofre contra a pirataria é que as canções Todo mundo me pergunta e Acróstico foram compostas como complemento do disco.

Gosto muito de História de amor, por também trazer uma espécie de bossa nova contemporânea e juntamente com Eu vou sempre amar você seriam grandes trilhas de novelas.

Blog Música do Brasil
www.everaldofarias.blogspot.com

Um forte abraço a todos!

Diego Bachini Lima disse...

Everaldo na verdade em reportagem na globo news Roberto falou que foi ele que atrasou o lançamento do disco porque queria colocar essas duas músicas a mais no disco. O video está no youtube.

Derbson Frota disse...

Gostei muito da análise! Realmente o amigo Diego entende mesmo do assunto!
Eu sinceramente não entendo porque esse disco "Pra sempre" não fez o sucesso que merecia nas rádios, pois todo ele é perfeito!
É sem dúvida um de meus discos preferidos, e olha que disco bom do rei é o que não falta!!!!!

Derbson Frota
Tianguá CE

Derbson Frota disse...

Quero fugir um pouco do tema do post pra agradecer o Blog Roberto Carlos Braga", na pessoa do amigo de fé James, pelo CD do maestro Eduardo Lages, que ganhei na promoção passada, e que essa semana chegou em minha casa! Foi uma emoção só! O CD está maravilhoso!Fantástico!
Fiquei tão emocionado que até bati foto...rsrsrsrsr

Obrigado, amigo James, pela presteza, atenção e comprometimento! Você tem se tornados uma referência de fã do rei em nosso país! Continue assim, bicho!!!

Derbson Frota
Tianguá CE

dedetizacao-consulte.com.br disse...

James parabéns por sua iniciativa.

robertocarlosbraga.com.br disse...

Só queríamos pedir perdão ao Derbson pela demora em mandar o CD.

Contudo, ficamos muito felizes de saber que ele já recebeu o CD, e que ficou feliz com ele, né?

Um Forte Abraço
Equipe RCB

Everaldo Farias disse...

Prezado Diego:

O que afirmei foi apenas em no final de 2002, o que foi noticiado foi que o disco não ficou pronto!Inclusive, quando ele fez o show do Pão de Açúcar, afirmou à Glória Maria que tava terminando o disco. Não divulgaram que "faltava música", até porque supomos que ele tem várias músicas, digamos, inacabadas que poderiam entrar nesse projeto!

Agora, posso afirmar com certeza que, no meio do ano de 2003, quando houve a famosa audição e "trancaram" o disco, havia apenas oito canções, até porque seu lançamento seria em setembro e, depois da decisão de compor mais duas canções é que acredito terem surgidos Acróstico e Todo mundo me pergunta, adiando seu lançamento para 05/12/2003!

Apenas um debate sobre as ideias, não estou indo de encontro às suas, mas dando um complemento, se me permite!

Blog Música do Brasil
www.everaldofarias.blogspot.com

Um forte abraço a todos!