sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O Meu Coração É Como Um Palco - 'Amor Sem Limites'

Olá amigos,

Hoje estamos aqui para falar sobre o show Amor Sem Limites, na série O Meu Coração É Como Um Palco, que já foi comentada pelo maestro Eduardo Lages, e que está falando sobre os shows e turnês do Rei, anunciando as últimas matérias dessa série, que talvez nos renderá uma promoção. Em breve mais detalhes. Mas como bem disse o amigo Diego Bachini Lima, esta série vai durar enquanto o rei estiver entre nós, e se Deus quiser, isso vai ter muito tempo...

Pois bem, o show cá hoje retratado simbolizou o momento mais triste da carreira de Roberto Carlos: a perda de Maria Rita, o que refletiu, de acordo com o ano, em maior ou menor intensidade no seu trabalho.

Como todos sabem, Maria Rita foi viver ao lado de Deus no dia 19 de dezembro de 1999. O último show de Roberto Carlos antes de sua morte ocorrera em 26 de novembro daquele ano, no interior de São Paulo, ainda percorrendo o Brasil com o show Romântico, abordado na matéria anterior. Depois da morte de Maria Rita, Roberto Carlos reservou-se, e não aparecia mais em momento algum fora de casa, fosse para um show ou para tomar um sorvete na rua.

A volta de Roberto Carlos, como ficou mundialmente conhecido esse show, ocorreu no dia 11 de novembro de 2000, no Recife-PE. A escolha da cidade, segundo Roberto Carlos, deu-se pelo fato de ter sido o palco de seu primeiro show no Nordeste. E foi lá, no ginásio Geraldão, que Roberto Carlos estreou sua nova turnê, Amor Sem Limites, carregada de canções do show anterior, de lágrimas e de emoção.

Após a dramática estreia, o show seguiu, mais tranqüilo, em excursão por várias cidades do Nordeste: Fortaleza (23/11), Natal (24/11), João Pessoal (25/11), Maceió (28/11), Aracaju (30/11), Feira de Santana (02/12) e Itabuna (03/12).

Confira o roteiro desse show:

• Emoções
• Como vai você
• Outra vez
• Desabafo
• Amor sem limite
• Como é grande o meu amor pro você
• Eu te amo, te amo, te amo
• Jovens tardes de domingo
• Nossa canção
• Meddley: Eu sou terrível / O taxista / As curvas da estrada de Santos / 120...150...200 km por hora / Todas as manhãs / Caminhoneiro / Por isso corro demais
• Parei na contramão
• O calhambeque
• Olha
• Tu és a verdade, Jesus
• Meddley: Luz divina / Nossa Senhora
• Eu te amo tanto
• BIS: Amor sem limite

No show de estréia dessa turnê, Roberto chorou 3 vezes: Ao saudar o público, durante Eu Te Amo Tanto (por causa de fotos de Maria Rita ao fundo, o que não havia sido avisado a Roberto, que não via fotos da amada desde sua morte) e ao cantar Amor Sem Limites. Ao entoar o primeiro verso da canção de Antonio Marcos e Mário Marcos, Como Vai Você, Roberto desafinou, porque havia chorado naquele exato momento, e mesmo assim, foi duplamente aplaudido. Antes de cantar Eu Te Amo Tanto, faz a melhor definição que um ser humano pode fazer do amor.

Alguns numeros vieram do show anterior. Caso do pout porri de carros e velocidade, que foi cantado no especial de 2000, e que nosso blog disponibilizou na internet para você ouvir. Ouça, clicando no PLAY.
Rei Roberto Carlos - Pout Porri Carros E Velocidade (Versão Amor Sem Limite 2000)


Antes de cantar Desabafo, Roberto diz: "Essa canção não tem nada a ver com esse show". Antes de cantar Tu és a verdade, Jesus, Roberto diz: "Somente uma verdade é (...) inquestionável: Jesus". E ao cantar Olha, Roberto senta sobre o piano, tocado por Antonio Wanderley, e faz o que sabe fazer: Entoa a voz na melodia que apenas define o bater das asas de um pássaro, definindo o amor em apenas uma nota, ou apenas um movimento.

O show foi reformulando-se, e prossrguiu até o início de 2004, quando estreou o show Pra Sempre, assunto da nossa próxima matéria.

Esperamos por você na próxima sexta !
Um forte abraço,
James Lima
Teresina-PI-Brasil


Vídeos desse show no YouTube:

4 comentários. Clique aqui para comentar!:

Anônimo disse...

Valeu James,o show amor sem limite vai ficar marcado nos corações de todos nós fãs do Rei,um show histórico,e essa matéria sua diz exatamente o que esse show representou....não esqueça de domingo após faça sua história RC e CV especial 50 anos de bossa nova.

Abração
Carlos André
pareinacontramao.zip.net

Everaldo Farias disse...

James,

Eu estava nessa estréia e nem tenho palavras para expressar a carga de emoção desse dia!

O rei atrasou, desafinou, se estressou, brigou e chorou, mas era único, um ser iluminado, forte como tal e amando e sendo amado por todo o mundo, representado pelas pessoas que estavam no Geraldão!

No decorrer dessa turnê, ele substitui Desabafo por Como é grande o meu amor por você, pois o propósito era que todas as canções tivessem um único endereço: Maria Rita!

Também quando cantou Outra vez, ele disse "Você é..." O show teve seus pontos altos como Amor sem limite e os medleys citados por você, além de Eu te amo, te amo, te amo que levantava a platéia!

Uma coisa que poucos sabem: As canções É preciso saber viver e Debaixo dos caracóis dos seus cabelos foram ensaiadas e posso afirmar isso porque cheguei as 18:30 e o rei ainda tava no palco ensaiando, claro, estávamos fora, mas escutamos! Porém, ambas não entraram no repertório!

Poderíamos dizer que esse show foi uma reformulação do anterior e bastante enxuto também, entretanto com a mesma emoção e a felicidade do público que abraçava a volta do rei!

Blog Música do Brasil
www.everaldofarias.blogspot.com

Um forte abraço!

Diego Bachini Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Bachini Lima disse...

James, não gostei de ver meu sobrenome sobretachado! Fico feliz com a citação, mas isso é uma brincadeira desnecessária...
Mas sobre o show realmente fantástico, é concerteza o mais emocionante...
Bom espero poder presentear a todos com o "cd" do show de Brasília. Se você Tiver Alguma foto do show James, por favor mande para mim, será de grande ajuda.

Um abraço (espero que meu nome fique normal na postagem ¬¬')
Diego Bachini Lima