quinta-feira, 5 de junho de 2008

Aniversário de Erasmo Carlos e Wanderléa

Olá amigos,

Hoje, novamente agradecendo os comentários da postagem anterior, cá estamos nós para celebrar uma data bastante importante no calendário RobertoCarlístico. Trata-se do aniversário dos "irmãozinhos" de Roberto Carlos: Erasmo Carlos e Wanderléa.

Geralmente, as postagens sobre datas relembram tal data nesse ano, e no próximo a deixam passar em branco, já que foram lembradas no ano anterior. Mas algumas datas nos obrigam a escrever sobre elas em todos os anos. É assim com o aniversário do nosso rei, com o Dia Nacional do Rei Roberto Carlos, com o natal, o ano novo, e, com o aniversário da Ternurinha e do Tremendão.

Erasmo (Esteves) Carlos mereceu, esse ano, uma série inteira em sua homenagem. A série O Nosso Amigo: Erasmo Carlos reuniu 8 matérias em homenagem ao tremendão. Não conseguiu lembrar? Reveja toda a série clicando aqui, incluindo o post inédito, que não saiu no flogão por problemas técnicos no servidor.

Indispensável falar da importância de Erasmo Carlos na carreira e na vida de Roberto Carlos, assunto que já foi tão abordado durante essa série.

Wanderléa Salim, nascida em 05 de junho de 1946, mesma data de Erasmo Carlos, este, porém, 5 anos antes, nasceu em Governador Valadares, e ainda criança mudou-se para o Rio de Janeiro. Durante a Jovem Guarda foi a cantora de hits como "Ternura" e "Foi Assim". Essa última você pode ouvir aqui, clicando no PLAY.





Durante a Jovem Guarda, o trio apresentava o programa de mesmo nome na TV Record, sendo sempre alvo dos jovens, que queriam copiar todas as calças de Roberto, todas as saias de Wanderléa e todos os chapéus de Erasmo Carlos. Até que em janeiro de 1968, Roberto deixa a Jovem Guarda, fazendo com que os parceiros o comandassem sozinhos até junho do mesmo ano. Acabada a Jovem Guarda, não acabou-se a amizade, que se mantém até hoje. Erasmo esteve presente em quase todos os especiais de Roberto. Será mais fácil listar os que ele não esteve presente: 1976, 1979, 1980, 1990, 2000, 2001, 2002, 2005 e 2007. Wanderléa também esteve presente em vários especiais de Roberto, sendo eles: 1975, 1981, 1990, 1993, 1995, 2004 e 2006.

Dos três filmes estrelados por Roberto Carlos, o único que contou com a participação do trio foi Roberto Carlos e o diamante cor de rosa, filme que começava no Japão, e passava por Israel, e muitos outros lugares, até chegar no Brasil, onde encerravam o filme cantando a canção É preciso Saber Viver, numa versão que só pôde ser ouvida no filme, nunca sendo lançada em LP ou CD, visto que os três faziam parte de gravadoras diferentes.
O vídeo você pode conferir abaixo:




Fique atento ! No próximo 13 de junho voltaremos com uma postagem bem interessante.

Abraços
James Lima
Teresina - Piauí - Brasil

Reeditado em 07 de junho de 2008, 12:44

5 comentários. Clique aqui para comentar!:

Vinícius Faustini disse...

Viva Erasmo Carlos e Wanderléa, respectivamente o amigo de fé e a ternura de sempre de Roberto Carlos. Certamente, os primeiros da lista de um milhão de amigos da carreira de RC.

James, uma correção: o filme protagonizado pelo trio é "Roberto Carlos e o diamante cor-de-rosa". O "A 300 km por hora" tem apenas Roberto e Erasmo no elenco.

Abraços,

Vinícius Faustini

www.emocoesrc.blogspot.com

P.S.: já, já, vai ter meu post sobre os fiéis escudeiros de RC.

Anônimo disse...

Parabéns a esses dois artístas maravilhosos!
São espetáculares!
Beijos!
Leda Martins.

Paula (Portugal) disse...

Oi Mascote,
Parabéns para "Ternurinha" e "Tremendão" neste dia dos seus aniversários.
Parabéns também para o "Mascote", o ilustre director geral deste sempre actualizado blog.
Adorei esta postagem.
Um grande abraço da madrinha.

Ocenilda disse...

Oi amigo James,

Maravilha você ter se lembrado de parabenizar o Tremendao e a Ternurinha. Graças a você, fiquei conhecendo a data do aniversario deles que eu nao sabia. Imaginava que o Tremendao tivesse nascido no mesmo ano do Rei, mas o que eu nao sabia era que ele e a Wanderléa tinham nascido no mesmo dia, com a diferença so de alguns anos.

Apenas uma observaçao que em nada tira o brilho da sua matéria maravilhosa, é que houve um engano quanto ao titulo do filme em que o Rei, Erasmo e Wanderléa fizeram juntos, nao foi o "A 300 km por hora", mas sim "O diamante cor de rosa". No "A 300 km por hora o Rei fazia o papelo do mecânico Lalo e o Tremendao fazia o Pedro Navalha que era o treinador do Rei e o preparava para substituir o patrao deles Rodolfo (Raul Cortez).
Parabéns pela linda matéria.

Beijao

Ocenilda

Felipe Moura disse...

Esse trio de cantores, compositores, performáticos, empresários, Reis. Foi o trio que abalou o Brasil nos anos 60. E que não se dissipou durante essas cinco décadas. Roberto & Erasmo, virou uma marca do século XX da cultura Brasileira.

O encontro emocionado deles em 2006, demonstra tudo isso que estamos falando!

Parabéns a eles!

Felipe Moura
do Blog El Rey Roberto Carlos
www.reyrobertocarlos.blogspot.com